D'Ale anuncia que não irá renovar contrato e se despede do Inter ao final do ano
06/04/2016 14:22 em Esportes

Os 12 anos de D'Alessandro no Inter têm data marcada para chegar ao fim: 31 de dezembro de 2020. O argentino anunciou nesta segunda-feira que não irá renovar seu contrato com o clube.

O camisa 10 comunicou a decisão ao lado do presidente Marcelo Medeiros. A história de mais de uma década com gols, recordes e títulos se materializaram na emoção que embargou a voz do argentino em um comunicado lido por ele (leia a íntegra no fim do texto).

De acordo com D'Ale, a decisão é pessoal. E a despedida não significa aposentadoria. D'Alessandro seguirá a carreira por outro clube.

 
Minha vida no Inter termina em 31 de dezembro. A decisão tem sido amadurecida há alguns meses. Pela sequência da carreira, não poderia deixar até o fim. Por isso, resolvi antecipar o anúncio. O Inter seguirá gigante como é. Eu seguirei como atleta, mas não sei por quanto tempo.
— D'Alessandro
D'Alessandro concede entrevista coletiva ao lado do presidente Marcelo Medeiros — Foto: Divulgação / Internacional

D'Alessandro concede entrevista coletiva ao lado do presidente Marcelo Medeiros — Foto: Divulgação / Internacional

D'Ale ficará até 31 de dezembro e deve se despedir do Inter como o segundo jogador com mais jogos na história do clube. Atualmente, ele é o terceiro no ranking, com 513 partidas, 10 a menos que Bibiano Pontes, segundo com 523.

D'Alessandro conquistou a Sul-Americana (2008), Libertadores (2010), Recopa (2011), seis Gauchões (2009, 2011, 2012, 2013, 2014 e 2015) e duas Recopas Gaúchas (2016 e 2017).

O argentino desembarcou no Beira-Rio em agosto de 2008. Está no clube desde então, com um breve hiato de uma temporada em 2016, quando defendeu o River Plate por empréstimo. E com uma coleção de títulos a se orgulhar.

 

> Mais jogos pelo Inter

 

 

  1. Valdomiro - 803 jogos
  2. Bibiano Pontes - 523
  3. D’Alessandro - 513
  4. Dorinho - 460
  5. Luiz Carlos Winck - 453
  6. Claudiomiro - 420
  7. Gainete - 410
  8. Mauro Galvão - 393
  9. Índio - 391
  10. Paulo Roberto Falcão - 387

 

Com tanto tempo de Beira-Rio, o gringo fincou raízes de vez em Porto Alegre e no Brasil. Em setembro, D'Alessandro obteve a dupla cidadania. Ele é hoje o brasileiro e também o argentino com mais jogos na história da Libertadores. São 90 jogos.

No Beira-Rio desde 2008, D'Alessandro é o terceiro jogador com mais jogos na história do Inter. São 513 partidas, com 95 gols marcados. Em 2020, D'Ale atuou em 36 partidas, com três gols feitos.

 

Confira o comunicado de D'Alessandro:

 

"A decisão tem sido amadurecida há alguns meses. Pela sequência da carreira, não poderia deixar até o fim. Por isso, resolvi antecipar o anúncio. O Inter seguirá gigante como é, e o D'Ale como atleta. Seguirei como atleta, mas não sei quanto tempo. Encerro minha história.

Criei uma história aqui importantíssima. A decisão é exclusivamente pessoal. Não deixe que esta decisão seja levada para a questão política. Não tem relação com política, grupo. Quero fechar a minha história muito vitoriosa e bonita aqui no clube. Esta é a verdade.

Quem for para outro lado, está mentindo. Queria agradecer aos torcedores. Minha postagem no Instagram nada tinha a ver, mas sobre a biografia que lançarei. Inter, Inter... é muito difícil resumir em palavras 12 anos, 13 títulos, centenas de vitórias e momentos importantes.

Saí muito novo do River, fui para a Europa. Voltei à Argentina e aí surgiu a chance de jogar em um grande do Brasil. Para mim, o maior. Construí uma relação limpa, bonita, com momentos de turbulência.

Temos 40 dias e dedicaremos tudo ao Inter. Não é nosso melhor momento, todos sabem, mas nada está perdido. Todos têm oscilado e temos chances, sim. Sabemos a dimensão do confronto de quarta (contra o Boca). Aqui está o mesmo grupo que já fez coisas grandes no ano. Este é o comunicado que precisava dizer para não esquecer nada e não usassem informações erradas."

COMENTÁRIOS